Translate

domingo, 10 de julho de 2016

Árvores de Natal de Mesa com Bloquinho Motivacional




ÁRVORE DE NATAL DE MESA COM BLOQUINHO MOTIVACIONAL

PRESENTEIE NO INÍCIO DE DEZEMBRO QUEM VC AMA COM A ÁRVORE DE NATAL DE MESA COM BLOQUINHO COM MENSAGENS MOTIVACIONAIS
25 MENSAGENS, UMA POR DIA PARA PREPARAR O CORAÇÃO PARA O NATAL

ORÇAMENTO ATACADO E VAREJO: FEITOS.PERFEITOS@HOTMAIL.COM

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Livro Interativo Feitos Perfeitos - Quiet Book



LIVRO SENSORIAL 



Também conhecido de quiet book, é chamado de livro sensorial porque através de diferentes sensações, as crianças descobrem formas, cores, texturas, letras e muito mais e com isso desenvolvem o raciocínio lógico, a memória, a atenção, concentração, a coordenação motora fina, além de educar brincando porque simula atividades do dia-a-dia, como amarrar o tênis e fechar o casado de forma lúdica e criativa .
Contém também jogos como, quebra cabeça, jogo da velha, jogo da memória. 
A criança já começa a interagir desde a capa. 
Feito de tecido de algodão, suas páginas são firmes e acolchoadas, decoradas com feltro e uma série de elementos que sugere movimento.

Venha conhecer através deste video novo livro sensorial produzido por Feitos Perfeitos que acabou de sair do forno!

terça-feira, 7 de junho de 2016

Frida Kahlo

Frida Kahlo



10 coisas que você não sabia sobre Frida Kahlo (e que vão te inspirar)




Única e intensa, Frida Kahlo pode ser considerada uma mulher a frente de seu tempo e cheia de vida – mesmo com todas as dificuldades que precisou enfrentar, desde doenças a traições – e se tornou, ao longo dos anos e até depois de sua morte, um ícone das artes e do universo feminino.
Em cartaz no MON (Museu Oscar Niemeyer), em Curitiba, a exposição “Frida Kahlo – As suas fotografias” reúne com exclusividade 240 fotos que revelam a intimidade da artista - desde a família, o fascínio por Diego Rivera, seu grande amor, até a luta política e a arte – revestida pela paixão pela vida. A exposição fica em cartaz até novembro e a entrada custa R$ 6.
O acervo contêm fotos tiradas pela própria Frida, parentes e amigos fotógrafos, e reflete os interesses que a pintora teve desde sua infância e ao longo da vida. Se o que você está precisando é de uma ‘pitadinha’ de inspiração para seguir em frente ou apenas visitar a exposição, que tal conhecer um pouco mais sobre a vida – incrível – de Frida, que prometem fazer você se apaixonar por ela?

1.Viu beleza nas tragédias – irremediáveis - da vida
A inspiração de Frida para suas pinturas e fotografias, vieram de suas angústias e dificuldades em lidar com sua própria condição. Quando criança, Frida contraiu poliomielite que deixou uma lesão no seu pé esquerdo, e ganhou o apelido de ‘Frida perna de pau’. Mais tarde, em 1925, a artista sofreu um acidente em que teve múltiplas fraturas e precisou fazer 35 cirurgias. Foi nesse período, em que ficou presa à sua cama e com problemas na coluna, que começou a pintar e retratar suas angústias e frustrações em suas criações. A biógrafa Hayden Herrera, no livro “Frida – A Biografia”, cita uma fala da artista que demonstra a vontade de viver:
“Por eu ser jovem”, ela disse, “o infortúnio não assumiu o caráter de tragédia: eu sentia que tinha energias suficientes para fazer qualquer coisa em vez de estudar para virar médica. E, sem prestar muita atenção, comecei a pintar.”

2.Transformou suas deficiências em estilo

Cheias de cores e ricas em elementos florais, as roupas de Frida Kahlo viraram tendência e ícones de estilo e até ganharam exposição e livro só para elas. Enquanto, na verdade, sua autenticidade era uma forma de esconder suas deficiências provocadas pelo acidente, em 1925, e pela poliomielite que teve quando pequena, que deixou sequelas em seu pé esquerdo. Seus sapatos, inclusive, eram adaptados exclusivamente para ela, com um salto maior do que o outro para nivelar sua altura. Seus ‘corpetes’, na verdade, eram coletes ortopédicos.

3. Escolheu viver com intensidade um amor cheio de defeitos

Na maioria de suas obras, Frida se autorretratou: as angústias, as vivências, os medos e principalmente o amor incondicional que sentia pelo marido, o pintor e muralista mexicano mais importante do século 20 Diego Rivera, com quem se casou em 1929. Mesmo com uma relação complicada enquanto casal e rodeada de traições de ambas as partes, foi ele que ajudou Frida a revelar-se como artista.







4. Sofreu três abortos

Após muitos altos e baixos na carreira e na vida com Diego Rivera, Frida sofreu três abortos, enquanto tinha a esperança de ser mãe e constituir uma família completa ao lado do marido.






5. Teve uma perna amputada

Com o tempo, Frida foi ficando mais sensível e seu estado de saúde também. Em 1950, em decorrência da poliomielite que teve na infância, os médicos diagnosticaram a amputação da de sua perna esquerda, o que a fez entrar em depressão. Mesmo assim, a artista continuou a pintar: uma de suas últimas obras foi "Natureza Morta (Viva a Vida)"




6. Viveu um romance escondido com Leon Trotsky

Amigos de revolucionários da época, Frida e Diego chegaram a abrigar um dos ícones da revolução russa em casa: Leon Trotsky, sua mulher e netos foram acolhidos pelo casal. O que é menos sabido é que Trotsky e Frida tiveram um romance que durou quase um ano e havia recém terminado quando Rivera o descobriu. Eis uma evidência.






7. Era para ter se formado médica

Frida tinha um destino traçado: antes de começar sua carreira nas artes, ela cursava faculdade de medicina no México. Mas sua relação com as artes vinha desde pequena, quando, seu pai, Guillermo Kahlo, fazia pinturas autorais para passar o tempo.




8. Morreu aos 47 anos


Na madrugada do dia 13 de julho de 1954, Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon foi encontrada morta dentro de casa. Ela tinha 47 anos. As últimas palavras foram encontradas em seu diário: “Espero alegre a minha partida – e espero não retornar nunca mais”. O caderno com diversas anotações secretas da artista virou livro.





9. Foi capa da revista Vogue

Em 2012, A Vogue México deixou de lado as modelos para sua capa de novembro e estampou a publicação com ninguém menos que a pintora Frida Kahlo (1907-1954). Quase 60 anos após a morte da artista mexicana, com imagem feita pelo fotógrafo Nickolas Muray, Frida estampa pela primeira vez a capa de uma revista de moda.







10.Mexer nos pertences de Diego e Frida era proibido


Após a morte da pintora, Diego Rivera exigiu 15 anos de segredo para os pertences do casal. No entanto, ele morreu três anos depois e deixou Dolores Olmedo, uma colecionadora de arte, como administradora de seu acervo e ela se recusou a dar acesso às peças até para o Museu Frida Kahlo. Somente após sua morte, em 2004, os objetos foram desbloqueados e formaram a exposição sobre as roupas e pertences de Frida nunca antes vistos pelo público.




Para comprar peças em tecido Frida Kahlo me envie um e-mail informando a peça desejada
feitos.perfeitos@hotmail.com



* Matéria retirada do http://www.brasilpost.com.br/




sábado, 16 de abril de 2016

Com comprar


Conjuntos acessórios femininos em Capulana




Bolsa Casual - Praia/Piscina/Shopping




Bolsa térmica e Jogo americano - Vida Saudável






Kit Higiene Bucal



Vai se casar? Encomende seu bouquet de corações de feltro




Bonecas decorativas - é só encomendar a sua!






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...